domingo, 10 de maio de 2015

‘Popeye’ brasileiro usa coquetel com óleo e álcool para ‘inflar’ músculos; veja fotos


Foto: Reprodução / Facebook
Extra
Tamanho do texto A A A
Um fisiculturista brasileiro virou destaque na imprensa internacional por fazer aplicações de um coquetel potencialmente perigoso para a saúde para “inflar” os músculos e ficar mais “sarado”. Arlindo de Souza confessa que usou óleo mineral, uma substância que tem álcool e anestésico na composição, para conquistar os bíceps de quase 74 centímetros - os maiores do país. Por causa dos braços gigantes, ele ficou conhecido como o “Popeye” brasileiro, em referência ao marujo do desenho animado, que fica mais forte após comer espinafre. As informações são do Daily Mail.
o jornal britânico Daily Mail comparou
o jornal britânico Daily Mail comparou "fortão" ao personagem Popeye dos desenhos animados Foto: Reprodução / Daily Mail
No entanto, o morador de Olinda, em Pernambuco, não recomenda o uso da substância. “Meu amigo Paulinho morreu por fazer essas coisas. Ele foi muito além do limite. Eu não aconselho ninguém a usar este óleo”, explicou Arlindo, que acrescentou ter parado de aplicar o coquetel.
Foto: Reproudução / Facebook
O fisiculturista afirma ainda que o risco de fazer uso do óleo se torna ainda maior para as pessoas que não sabem como aplicá-lo. “Buscam qualquer vaso sanguíneo. Alguns terminam perdendo um braço, outros precisam de uma operação. Ainda há os que perdem a vida”.
Ele conta que, por sua vez, descobriu o produto a partir de um amigo de academia que ofereceu a ele um “óleo de aprimoramento” há dois anos.
Foto: Reprodução / Facebook
Arlindo, que também já tomou anabolizantes e até vitaminas para cavalos, afirma que sempre quis ficar parecido com o astro Arnold Schwarzenegger.
Foto: Reprodução / Facebook
Atualmente solteiro, “Montanha”, como é conhecido em Olinda, disse que já se acostumou com sua forma física. “Para mim isso é normal, é algo que aceito”, conta ele. O "fortão" também afirma já ter buscado ajuda de especialistas para reverter o resultado que obteve nos braços, mas diz que os médicos se recusaram a operá-lo, alegando que “ele fez isso a si mesmo”. “Se eu ficar doente ou se meus braços explodirem, então eu posso visitar um médico”, desabafa.
Foto: Reprodução / Facebook
Foto: Reprodução / Facebook
De acordo com especialistas, a aplicação de injeções de óleo mineral traz o risco de infecções e compromete o desenvolvimento de músculos. Ele afirma que o produto pode ser facilmente comprado online ou em farmácias “desonestas”.
A mistura aplicada por Arlindo contém óleo mineral, parecido com óleo de bebê, mas com menor quantidade de álcool e anestésico. Ele se defende: “Você já viu um cara grande como eu dizer que é tudo natural?”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário