sexta-feira, 13 de março de 2015

Coxinhas Vs Petralhas: Waze vira "campo de batalha" em SP

Discussões entre motoristas invadiram o aplicativo que dá as condições de trânsito a partir de informações de seus usuários


Região do Morumbi foi dominada por conversas com o tema "Fora Dilma" Foto: Reprodução
Região do Morumbi foi dominada por conversas com o tema "Fora Dilma"


O Waze, aplicativo de GPS que dá as condições de trânsito a partir de dados de usuários, virou palco de discussão política nesta sexta-feira com o aumento do número de motoristas se manifestando pela ferramenta contra - e a favor - da presidente Dilma Rousseff. O fenômeno ocorre em São Paulo, sobretudo nos bairros mais nobres e empresariais. Áreas como da avenida Engenheiro Luís Carlos Berrini, Jardins e Morumbi foram dominadas por bate-papos sobre o protesto do próximo domingo.
Assim como os manifestantes anti-Dilma se pronunciaram, as pessoas pró-governo também se fizeram ouvir, o que, em alguns casos, gerou discussões acaloradas no bate-papo entre motoristas.
Outro motorista criticou o "xororô" via GPS Foto: Waze / Reprodução
Outro motorista criticou o "xororô" via GPS
Ofensas continuaram em outras conversas Foto: Waze / Reprodução
Ofensas continuaram em outras conversas
Região da Assembleia Legislativa também tinha vários comentários Foto: Waze / Reprodução
Região da Assembleia Legislativa também tinha vários comentários
Ofensas trocadas entre simpatizantes e opositores da presidente Dilma Foto: Waze / Reprodução
Ofensas trocadas entre simpatizantes e opositores da presidente Dilma
Outro fato que chamou a atenção foi a alta concentração de motoristas pedindo a queda de Dilma Rousseff (PT) na região da rua Manoel da Nóbrega, no Ibirapuera. Local tanto da Assembleia Legislativa de São Paulo como do Quartel General do II Exército.
Ofensas trocadas entre simpatizantes e opositores da presidente Dilma Foto: Waze / Reprodução
Ofensas trocadas entre simpatizantes e opositores da presidente Dilma
Em pontos mais afastados do centro, como a zona leste e zona norte, o silêncio reinou absoluto e, às 11h desta sexta, nenhum comentário sobre política havia era encontrado.
Na zona leste, nenhum motorista se manifestou sobre o assunto Foto: Waze / Reprodução
Na zona leste, nenhum motorista se manifestou sobre o assunto

Nenhum comentário:

Postar um comentário