domingo, 15 de dezembro de 2013

São Paulo poderá ter táxi compartilhado como opção de transporte público

Passageiros poderão compartilhar táxis em trechos pré - determinados.
Passageiros poderão compartilhar táxis em trechos pré-determinados Foto: Eco Desenvolvimento
A Câmara Municipal de São Paulo aprovou, nesta quinta-feira, o projeto de lei que cria o Sistema de Táxi Compartilhado na capital paulista como alternativa ao táxi comum. O projeto, de autoria dos vereadores Ricardo Young (PPS) e Laércio Benko (PHS), prevê um cadastramento prévio de motoristas interessados no serviço de táxi coletivo.
Os carros circularão com no mínimo dois passageiros e no máximo a capacidade do registro do veículo, diz o projeto. A principal justificativa dada pelos autores é a possibilidade de redução de veículos nas ruas da cidade, colaborando para a diminuição dos congestionamentos.
"Já que circulam nos corredores de ônibus, os táxis devem ser melhor aproveitados, com custo mais baixo para a população", defende o autor do projeto. A ideia do Táxi Compartilhado é que os carros se cadastrem para complementar as linhas de ônibus e metrôs, auxiliando na diminuição do fluxo delas. 
Os trajetos serão pré-definidos e feitos próximos a terminais de ônibus, estações de metrô e locais de grande circulação, como shoppings centers. Com uma tarifa definida por percurso, quem usar o Táxi Compartilhado poderá "rachar" a cobrança com os outros passageiros. A conta é simples: quanto mais gente no carro, menor o custo para cada passageiro e menos carros estarão nas ruas carregando apenas uma pessoa.
Para Young, a promoção do Táxi Compartilhado como política pública significa oferecer uma alternativa para os causadores do congestionamento, que são os motoristas de carro. O projeto será analisado mais uma vez antes de seguir para a sanção do prefeito Fernando Haddad (PT).
Como ganhar dinheiro na Internet

Nenhum comentário:

Postar um comentário