domingo, 1 de setembro de 2013

Sósia de Saddam Hussein é atacado por gangue que quer obrigá-lo a fazer filme pornô


O egípcio é a cara de Saddam Hussein
O egípcio é a cara de Saddam Hussein Foto: Reprodução / Mail Online

O egípcio Mohamed Bishr é a cara de Saddam Hussein. E garante que sofreu uma tentativa de sequestro por causa disso. Ele contou que uma gangue tentou obrigá-lo a fazer um filme pornô, representando o ex-ditador do Iraque.
Segundo informações do site “Mail Online”, Bishr afirma que o grupo pretendia vender o filme como um registro exclusivo da performance sexual de Saddam Hussein. O egípcio contou ainda que apanhou dos sequestradores depois de ter se recusado a atuar, apesar de ter recebido a tentadora oferta de cerca de R$ 670 mil para exibir os dotes.
O muçulmano contou ainda que a gangue do pornô ameaçou, por telefone, sequestrá-lo caso ele se recusasse a colaborar. Ainda de acordo com o “Mail Online”, no fim de semana passado, Bishr foi agredido no caminho de um café na Alexandria, onde vive.
- Os três homens, que tinham armas penduradas na cintura, me forçaram a sair do meu carro e me jogaram dentro de uma van - disse ele, da cama do hospital, em entrevista ao jornal egípcio Al-Ahram.
A última coisa da qual Bishr se lembra é que os homens gritavam muito uns com os outros. Depois, ele foi jogado para fora da van e bateu com a cabeça na calçada. A família garantiu que os homens armados tinham sotaque iraquiano ou sírio.
Ainda de acordo com o “Mail Online”, Bishr é tão parecido com Saddam Hussein que já foi confundido com o ditador diversas vezes. Chegou a ser atacado por iraquianos que viviam no Egito.
- Pedimos para a polícia proteção especial para o nosso pai, porque esse tipo de coisa já nos aconteceu diversas vezes - disse um dos filhos do egípcio.
Saddam Hussein foi condenado à forca, pela morte de centenas de pessoas e violação dos direitos humanos. Ele foi executado em dezembro 2006.

Saddam Hussein, o original
Saddam Hussein, o original Foto: Reuters




Como ganhar dinheiro na Internet

Nenhum comentário:

Postar um comentário