sexta-feira, 28 de junho de 2013

Sou pontual

Sou pontual

Como atendo também por chamada antecipada, chego sempre com antecedência no local combinado com o passageiro.

Se o passageiro chamou antecipadamente é porque quer chegar em algum lugar na hora certa.

Se o trânsito está ruim, saio sempre um pouquinho antes para chegar no local a tempo de apanhar meu cliente. Nenhuma justificativa seria aceitável se, em função do meu atraso, o cliente perdesse seu compromisso.

Comigo, o melhor da praça, isso não acontece,
pois isso pra mim:
pontualidade também é qualidade.

O táxi minha empresa

O táxi minha empresa

Talvez nem sempre consigamos perceber isso, mas na verdade, nosso táxi é nossa empresa.

Mesmo que tenhamos um só táxi, podemos ser classificados como micro-empresário e  temos que procurar ter bem clara essa idéia.

Como qualquer empresa, temos investimentos: o táxi, o rádio, o telefone, celular e outros. Temos mão de obra(que, na maioria das vezes, somos nós mesmos), temos despesas a contabilizar (manutenção, impostos e taxas), temos lucros ou prejuízos a apurar. E temos um mercado a atender cada vez melhor, pois o número de concorrentes é cada vez maior. Portando mesmo que pequenos, constituímos uma célula empresarial.

Isso significa que devemos ter sempre claro que qualquer empreendimento só sobrevive e cresce se tratado adequadamente.


Se o seu patrimônio que é o seu veículo é bem 
cuidado, se seus clientes se sentem bem
tratados, se inova e melhora os seus serviços e
se, além disso, dedica grande atenção ao seu
negócio, com certeza você está na direção
certa, não só para sobreviver mas com certeza 
para crescer e perpetuar-se.

O Veículo minha ferramenta de trabalho

O Veículo minha ferramenta de trabalho

O meu veículo é minha ferramenta de trabalho mais importante. Mais importante do que ele só existe sua excelência o passageiro.

Por isso, trato de conservar bem meu veículo, pois isso aumenta sua durabilidade, economiza dinheiro (tão duro de ganhar, não é mesmo?) e atrai mais passageiros.

A praça está cheia de carros novos  e se o seu veículo for velho e ainda com aspecto ruim, você fica em desvantagem.

Eu aproveitei uma dessas chances que apareceu e comprei um carro novo a um tempo atras. Fiz um bom negócio e estou contente.

Foi um bom negócio. Como meu carro usado estava bem conservado( pois sempre cuidei muito bem dele),vendi por um bom preço.

Eu sempre digo para a turma:

Conserve seu veículo para
conservar seus passageiros.

Sua excelência o passageiro

Como ganhar dinheiro na Internet
Sua excelência o passageiro



Cliente é todo aquele que paga em troca de algum produto ou serviço prestado.


Por exemplo, quando levamos o carro á oficina, desejamos um serviço bem feito dentro do prazo combinado e a um preço justo. No posto de gasolina, queremos um atendimento rápido, frentistas atenciosos e combustível ou serviços de qualidade a preços adequados.

No mercado, queremos ser bem atendidos pelos funcionários e comprar produtos bem baratos. Quando vamos a um hospital, queremos bons médicos, instalações adequadas e atendimento imediato. No banco, não queremos enfrentar filas, pois tempo é dinheiro. Na escola queremos bons professores e um ambiente para o estudo de nossos filhos.

Em todos esses casos nós somos "clientes". Pagamos por um produto (como no mercado) ou por um serviço (como no posto ou hospital) e queremos estar satisfeitos com o produto ou serviço que estamos comprando.

Nada mais justo, não é mesmo? Afinal, só vale a pena tirar o dinheiro do bolso em troca de algo que nos deixará realmente muito satisfeitos!

Dessa forma, temos vários "fornecedores" no nosso dia-a-dia: o mercado, o posto, a oficina, o banco, a escola e muitos outros. Eles nos fornecem os produtos e serviços de que precisamos. E é importante que sejam fornecidos com o máximo de qualidade para que nós, clientes, continuemos comprando e usando.

Ou será que você continuaria levando seu carro a uma oficina onde você é maltratado e os preços são caríssimos? É provável que, se depender de você, esta oficina vá a falência no dia seguinte...

Resumindo: Quando somos clientes e pagamos por um produto ou serviço, exigimos qualidade. Por isso, é muito importante que, quando nos transformamos em fornecedores e o passageiro é o cliente, ou seja hora de darmos o melhor de nós, fornecendo como prestadores de serviço a qualidade que exigimos como clientes.

O cliente é a razão de existir de qualquer negócio. E, no nosso negócio, o cliente é o passageiro.

Sem ele, eu não existiria. Eu e meu veículo só fazemos sentido se existirem passageiros.

Eles são a razão de nossa existência e da continuidade de nosso trabalho. Por isso, quando melhor atendermos aos passageiros, mais clientes teremos e mais lucrativas serão nossas corridas.

A pergunta básica a ser feita é: "Se você fosse um passageiro, como gostaria de ser tratado?"



O Cliente:

Sua vontade é nossa vontade,
sua necessidade é a nossa necessidade,
sua satisfação é a nossa satisfação,
e seu sonho, a nossa realidade.



fonte: Clésio Andrade

segunda-feira, 24 de junho de 2013

Mobilidade urbana!!

Gostaria de saber se tem alguém feliz com a mobilidade urbana em São Paulo Capital 


Sou taxista em São Paulo - Capital e sinto na pele como é difícil de se trabalhar no dia a  dia dirigindo meu táxi nas ruas e avenidas da cidade, penso que um transporte publico com mais qualidade e mais linhas de mêtro e trem ajudariam a diminuir um pouco o sufoco dos paulistanos!!! 

Povo na rua!!

Meus amigos e minhas amigas, nas últimas semanas o povo brasileiro cansado de levar no lombo partiu para as ruas com a cara e a coragem contra as mazelas de nossos governantes, demorou mais o povo foi pra rua. Penso que nossos políticos e governantes estão com a pulga atras da orelha pensando seriamente na maneira em que governam nosso país, o povo ta cansado de saúde, educação, transporte, segurança etc.. de péssima qualidade. Quanto ao transporte posso opinar, pois como estou na rua o dia todo e  sinto na pele o quanto é difícil  de se trabalhar dirigindo meu táxi no dia a dia, nossa mobilidade urbana ta praticamente zerada.

Montei este artigo pensando assim:
Cara o povo ta na rua, eu com meus 50 anos de idade já estava perdendo as esperanças de um Brasil melhor, agora acho que tem uma luz no fim do túnel, pois esta nossa juventude é diferenciada das outras gerações e tem coragem de dizer para tudo e todos que tem muita coisa errada no gerenciamento de nosso país, estou mais animado agora, não muito por mim mais para meus filhos e as futuras gerações deste nosso Brasil.
Penso que agora sim teremos novos rumos para nosso país, com nossos governantes tratando o povo com mais dignidade.
Temos a faca e o queijo na mão, nas futuras eleições podemos e devemos votar com muita confiança e eleger esta moçada nova que esta a frente destas manifestações pelo Brasil afora.


Como ganhar dinheiro na Internet